DDGil - Empresa de Deditização, Desentupimento e Transporte de Resíduos

||Blog

Os perigos causados pela picada de aranhas venenosas
17/01/2019 / adminddgil

Saiba mais sobre as doenças transmitidas pelos aracnídeos – e como evitá-las

Existem atualmente no mundo mais de 40 mil espécies diferentes de aranhas, divididas

em dois grupos: as peçonhentas e as não peçonhentas, ou seja, aranhas venenosas ou não. O

Brasil e a Austrália são os países onde mais se encontra espécies peçonhentas. Inclusive a mais venenosa do mundo é a brasileira Armadeira (Phoneutria), muito conhecida e temida em solo brasileiro. Por isso, todo cuidado é pouco tratando-se desses aracnídeos.

 

Picada

Na grande maioria das vezes, as doenças causadas pelas aranhas ocorrem através da

picada, visto que algumas espécies venenosas injetam substâncias tóxicas durante o ato,

causando uma sensação de dor intensa no local picado. Isso nem sempre acontece, pois em

alguns casos suas frágeis presas não conseguem ultrapassar a camada de pele para chegar

ao sangue, impossibilitando a injeção do veneno. Mesmo assim, em qualquer caso de picada,

deve-se sempre procurar auxílio médico, preferencialmente no posto de saúde mais próximo.

Recomenda-se também aplicar procedimentos imediatos como lavar e aplicar gelo na ferida. Caso a mordida tenha sido nas pernas ou nos braços, mantenha-os levantados até o atendimento.

 

De dormência a morte

Entre as doenças causadas por picadas de aranhas venenosas, estão lesões necrosantes, dermatites, anemias e choques anafiláticos. Os sintomas variam de acordo com a espécie, mas são comuns sudoreses excessivas, cólicas estomacais, cefaleias, calafrios, cãibras, cansaço, taquicardia e dores nos músculos e articulações; em alguns casos podem ocorrer também lesões e espasmos musculares, febre, vômitos, paralisia dos membros, hipertensão arterial, choques anafiláticos e dificuldade para respirar. Dependendo da espécie e da quantidade de veneno injetado, uma picada pode causar até mesmo a morte se não houver um atendimento

Adequado.

 

Prevenção

Para evitar surpresas e contatos indesejáveis com esses animais, é muito importante

tomar algumas medidas preventivas. As aranhas têm hábitos noturnos e chegam em nossas

casas principalmente através de frestas nas portas e janelas, permanecendo entocadas

durante a maior parte do dia. Sendo assim, procure deixar sempre as portas e janelas fechadas

à noite e o lixo sempre tapado, pois dessa forma é possível evitar a presença de outros

insetos, que são a base da alimentação das aranhas. Fique de olho também nos lugares altos

da casa, como em cima dos móveis e no topo das paredes; se você observar alguma teia, pode

ter certeza de que existe uma aranha por perto.

 

Em caso de infestações ou problemas mais graves, uma boa alternativa é contratar uma

empresa de dedetização capacitada e de alta qualidade. Na DDGIL você conta com os

mais avançados recursos no combate e controle de diferentes tipos de pragas, como baratas,

pulgas, traças e aranhas. Mais informações pelo site www.ddgil.com.br ou através do telefone

(19) 3468-4949.